Web AGENDA CAU JANEIRO REDUZIDA
CIRCUITO +

Dicas

Aí vão algumas dicas que vão fazer diferença no seu dia-a-dia, além de respostas para antigas dúvidas!

Selecione abaixo, um
assunto do seu interesse:

KBC8PX2_Industrial_Athetic_Pro_Grade_Kettlebell_8kg_Pair_120141102194512

 

 

As vantagens do Kettlebel

 

Quem faz treinamento Funcional ou Crossfit, não estranha a palavra Kettlebell, mas ele está longe de ser algo típico do mundo moderno, muito pelo contrário…

 

O Kettlebell, que nada mais é do que uma bola de ferro com alça, tem origem na antiguidade, com registros no século XVI, quando homens usavam esses apetrechos para demonstrar força em competições comuns na Europa, porém, foi na Rússia nos séculos XVIII e XIX que os Kettlebells começaram a transmitir seu significado real no ganho de força e resistência. Nomes como Eugene Sandow, George Hackenschmidt e Arthur Saxon, atletas da modalidade “homem mais forte” marcaram a história da origem do treinamento com Kettlebells realizando um “bent press” com um Kettlebell de 150kg, mas foi graças ao “guru do Kettlebell” Pavel Tsatsouline que a prática do método, Kettlebell Training, tornou-se popular, especialmente nos Estados Unidos e de lá para diversas partes do mundo.

 

Alguns dos motivos pelos quais os Kettlebells são considerados tão eficientes:

 

- O Kettlebell permite, por meio de movimentos balísticos, a geração e absorção de energia cinética do quadril (considerado o mais potente gerador de energia de nosso corpo). Consegue isso também no chamado complexo proprioceptivo (da planta dos pés aos músculos que seguram o peso com firmeza nas mãos, passando pelos músculos estabilizadores dos ombros).

- O treino com Kettlebell possibilita correções de assimetria corporal, pois tem como característica o trabalho “unilateral”, revelando fraquezas individuais.

- O Kettlebell Training exige muita estabilidade dinâmica das articulações, auxiliando no desenvolvimento delas, contribuindo para redução do potencial de lesão, otimizando a produção de força muscular, além de treinar o quadril em velocidade real de performance, isto é; de maneira funcional.

- Ensina o corpo a trabalhar com a frequente alteração do centro de gravidade, desenvolvendo antebraços poderosos e intensidade na pegada.
Por exemplo: experimente equilibrar um Kettlebell em sua mão, segurando-o pela alça, mas com a parte inferior dele (fundo) para cima. Você vai perceber a necessidade de estabilização forte e o enrijecimento corporal como um todo na tentativa de, simplesmente, segurar o objeto.

 

O resultado é a grande evolução no treinamento dos músculos que compreendem a porção central CORE (abdominais, musculatura que envolve coluna, quadril e ombros) e desenvolvimento da elasticidade e estabilidade dessas regiões.

Como você pode perceber, o que não falta é vantagem para usar o Kettlebell como instrumento principal ou complementar de uma rotina de treino.

 

Giuliano Costa Nogueira

INSTAGRAM