Web AGENDA CAU JANEIRO REDUZIDA
CIRCUITO +

Dicas

Aí vão algumas dicas que vão fazer diferença no seu dia-a-dia, além de respostas para antigas dúvidas!

Selecione abaixo, um
assunto do seu interesse:

Magnetoterapia

Os Magnetos, também conhecidos como Ferrite de Barion, são imãs de aproximadamente 800 gauss de intensidade magnética que criam um campo magnético constante. A terapia com campos magnéticos estáticos tem recentemente se tornado uma medicina alternativa e complementar, chamada de Magnetoterapia.

Ativa a Circulação e a oxigenação do sangue – É usada largamente no tratamento de patologias vasculares e musculoesqueléticas, incluindo lesões de tecidos moles. Já foi constatado através de estudos que a exposição ao campo magnético estático pode ter um efeito imediato de modulação na microvascularização, agindo para normalizar a função vascular.

Aumenta a Resistência do Organismo – Um dos efeitos primários da exposição a esta terapia ocorre no metabolismo dos radicais livres, que pode estar ligado ao controle e prevenção da evolução de neoplasias.

Alivia a dor – A magnetoterapia é um método não medicamentoso, rápido e fácil que pode potencialmente ajudar em tratamentos de doenças crônicas.

Além desses benefícios, a Magnetoterapia trabalha nas atividades fisiológicas das células e produz efeito relaxante induzindo ao sono, um tratamento valido para pessoas com insônia, por exemplo.

A Magnetoterapia é eficaz porque os campos magnéticos de baixa frequência interagem com as células, promovendo a recuperação das condições fisiológicas de equilíbrio.

Atuam no nível das membranas celulares tornando-as mais receptivas. Isto conduz a restaurar o correto potencial de membrana que é fundamental para assegurar o aporte de nutrientes no interior da célula.

A nível de órgãos e estruturas anatômicas estes efeitos traduzem-se em analgesia, redução da inflamação, estímulo para a reabsorção dos edemas.

Além disso os campos magnéticos de baixa frequência têm um efeito especial de estimulação da migração dos íons de Cálcio no interior dos tecidos ósseos, conseguindo promover a consolidação da massa óssea e promover a reparação das fraturas.

Os Magnetos criam um campo de energia que pode ajudar a restaurar o sincronismo ou estado de equilíbrio energético do corpo, de acordo com a Medicina Chinesa Tradicional.

Paula Perez – Equipe Cau saad

 

INSTAGRAM